Journal Information
Vol. 42. Issue S2.
Pages 110-111 (November 2020)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 42. Issue S2.
Pages 110-111 (November 2020)
185
DOI: 10.1016/j.htct.2020.10.186
Open Access
PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MORTALIDADE POR LEUCEMIA LINFOIDE
Visits
...
J.F. Fernandesa, J.G. Araújob, G.H. Souzac, T.A. Laranjeiraa, V.A. Barbosaa, R.C.E. Segatoa, V.M. Machadoa, P.H.C. Amorima, J.R.S.D. Óa, R.A. Nevesa
a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), Goiânia, GO, Brasil
b Universidade de Rio Verde (UniRV), Rio Verde, GO, Brasil
c Centro Universitário de Anápolis (UniEVANGÉLICA), Anápolis, GO, Brasil
Article information
Full Text

Objetivos: A leucemia linfoide é definida pela produção maligna e exacerbada de células linfoides imaturas, que são os blastos, na medula óssea, e pode resultar nas seguintes complicações clínicas nos pacientes afetados: anemias, infecções oportunistas, sangramentos e febre. As técnicas citoquímicas e citogenéticas são utilizadas para o diagnóstico, e permitem a identificação e a classificação dos tipos de leucemia linfoide precisamente. O tratamento, geralmente, envolve medicamentos quimioterápicos e dura de dois a três anos, nos últimos tempos as taxas de sobrevida dos pacientes afetados tem aumentado significativamente. Tendo em vista esses fatores, o presente estudo tem como objetivo analisar a taxa de óbitos por ocorrência decorrente da leucemia linfoide em relação a região e o ano do óbito. Metodologia: Estudo epidemiológico descritivo, longitudinal e observacional. Os dados foram obtidos do Sistema de Informações sobre Mortalidade na plataforma do DATASUS (SIM/DATASUS), do período de 1996 a 2018, e são referentes aos óbitos por ocorrência devido a leucemia linfoide levando em consideração a faixa etária do paciente, o ano do óbito e a região do Brasil, onde foi realizada a notificação. Resultados: De acordo com os dados presentes no SIM/DATASUS, no período analisado, houve 37.371 óbitos por ocorrência devido a leucemia linfoide no Brasil, sendo que a região Sudeste a mais acometida, com 17.448 mortes (46,68%), e a região Norte apresentou menor acometimento com 2.434 mortes (6,51%). As regiões Centro-Oeste, Sul e Nordeste, correspondem às seguintes taxas de óbitos, respectivamente: 7,17% (n = 2.680), 19,23% (n = 7.185) e 20,4% (n = 7.624). Já em relação ao ano do óbito, a maior taxa de mortalidade ocorreu em 2018, com 5,64% (n = 2.109), o menor número de mortes ocorreu em 1996, pois totalizou 1.127 óbitos (3,01%). Em relação faixa etária, a maior taxa de mortalidade ocorreu em indivíduos com mais de 70 anos (n = 10.274; 27,5%), e a menor, em menores de 1 ano de idade (n = 335; 0,9%). As taxas de mortalidade, em outras faixas etárias, foram: 22,29% (n =8.332) entre 1 a 14 anos; 20,46% (n = 7.648) entre 50 a 69 anos; 16,63% (n = 6.217) entre 15 a 29 anos; 12,17% (n = 4.549); e 0,04% (n = 16) correspondem às idades ignoradas. Discussão: A mortalidade por leucemia linfoide foi mais expressiva no estado do Sudeste e variou de 576 mortes, em 1999, a 948 mortes, em 2016. Do ano de 1996 a 2018, houve um aumento de 87,13% dos casos de óbitos por ocorrência, no entanto, na última década ocorreu um aumento da sobrevida dos pacientes acometidos com leucemia linfoide, o que contraria esse aumento da taxa de mortalidade, que pode ser explicada pelo aumento do número de mecanismos diagnósticos e, com isso, há aumento do número de notificações para o SIM relacionadas a patogenia em questão. Conclusão: A partir do estudo, foi possível observar a distribuição dos óbitos por ocorrência devido a leucemia linfoide no Brasil, durante o período de 1996 a 2018. Além disso, os dados supracitados podem auxiliar no manejo dos pacientes acometidos por esse tipo de câncer do sangue e da medula óssea, pois apresentaram as regiões mais afetadas em relação a mortalidade, o que pode proporcionaria uma maior busca por capacitações dos profissionais de saúde dessas regiões. Portanto, a definição dessas taxas de mortalidade é imprescindível para uma redução dos casos e para a otimização do sistema de saúde vigente no país.

Idiomas
Hematology, Transfusion and Cell Therapy

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools