Journal Information
Vol. 42. Issue S2.
Pages 490 (November 2020)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 42. Issue S2.
Pages 490 (November 2020)
824
Open Access
LIGA DE HEMATOLOGIA DA UNIVERSIDADE POTIGUAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA
Visits
...
A.C.D. Amaroa, R.B.C. Fagundesa, L.V.D. Reisa, H.H.F. Ferreiraa, S.L.A. Teixeiraa, J.J.V.D. Coutoa, F.C.B. Filhob
a Universidade Potiguar (UnP), Natal, RN, Brasil
b Hemocentro Dalton Cunha, Natal, RN, Brasil
Article information
Full Text

Objetivos: As Ligas Acadêmicas baseiam-se no objetivo de complementar a formação universitária, agregando conhecimento teórico e prático em diferentes campos de saúde, estimulando o raciocínio clínico e desenvolvimento científico. Desse modo, relata-se a experiência de acadêmicos de medicina, entre o quinto e décimo segundo período, da Liga de Hematologia (LAHEM) da Universidade Potiguar (UnP). Material e métodos: Fundada em 2017, a LAHEM atua com 20 ligantes ativos de maneira diversificada na construção de habilidades na formação médica. São vivenciadas práticas dispostas em escala semanal, cujo campo de atuação inclui o ambiente ambulatorial e hospitalar – onde os estudantes desenvolvem evoluções diárias de pacientes internados em enfermarias de instituições de referência. Destaca-se a oportunidade de contato com casos desde o momento do diagnóstico até os desfechos de cada tratamento aplicado. A par disso, as práticas ambulatoriais são realizadas sob a preceptoria de hematologistas, que conduzem discussões aprofundadas sobre temas vivenciados nos atendimentos. Quanto à construção de conhecimentos teóricos, são propostas reuniões mensais nas quais se apresentam conteúdos e artigos para aperfeiçoamento do raciocínio científico. Resultados: No período de 2017 a 2020, a LAHEM, por meio de dupla de ligantes, desenvolveu reuniões mensais para apresentação de casos clínicos e artigos científicos relacionados à hematologia e hemoterapia, de modo a complementar a formação de habilidades médicas. As atividades práticas desenvolvidas incluíram ambulatórios, centro cirúrgico com coleta de medula óssea, visitas em enfermarias e participação em mesa redonda para discussão sobre a melhor abordagem terapêutica para os pacientes. Cabe destacar ainda a participação dos ligantes em atividades científicas, como o trabalho “Ciclofosfamida, talidomida e dexametasona como terapia para síndrome de POEMS – uma série de casos”, apresentado no Congresso Brasileiro de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (HEMO) 2017. Com isso, os membros relataram uma excelente e enriquecedora experiência nos campos de prática proporcionados pela liga, os quais contribuem para o raciocínio clínico e ampliação do senso crítico acadêmico e profissional. Discussão: As Ligas Acadêmicas, nas suas mais diversas áreas de atuação, foram criadas com o objetivo de despertar questionamentos e expor o acadêmico à realidade dos atendimentos hospitalares e ambulatoriais de maneira mais intensa e otimizada, além de direcionar e aplicar os ensinamentos adquiridos na universidade. A rotina proporcionada pela LAHEM permite um contato precoce e diário com a vivência hospitalar e ambulatorial, bem como o entendimento da abordagem multiprofissional exercida no cuidado de pacientes hematológicos – incluindo o manejo de aspectos psicológicos envolvidos. Isso acontece em um ambiente construído e conduzido pelos estudantes a partir do estímulo e contato com temas do seu interesse, consolidando o compromisso em aprofundar conhecimentos. Conclusão: A LAHEM tem importante papel na formação acadêmica dos ligantes, promovendo crescimento pessoal e desenvolvimento de habilidades clínicas. Além disso, a liga colabora na otimização do trabalho dos profissionais atuantes nos serviços contemplados e no fortalecimento da relação entre médico, estudante e paciente, transformando o atendimento e o cuidado oferecidos.

Idiomas
Hematology, Transfusion and Cell Therapy

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools