Journal Information
Vol. 42. Issue S2.
Pages 156-157 (November 2020)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 42. Issue S2.
Pages 156-157 (November 2020)
262
DOI: 10.1016/j.htct.2020.10.264
Open Access
INCIDÊNCIA E PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE LEUCEMIA LINFOBLÁSTICA AGUDA E LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA NA GRANDE CUIABÁ, MATO GROSSO, BRASIL, 2000-2016
Visits
...
G.S.L. Netoa, C.V. Gomesa, D.V. Nunesa, L.B. Aguilara, L.H.F. Montenegrob, N.D. Galvãoc, F.N. Melandac
a Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, MT, Brasil
b Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, MT, Brasil
c Instituto de Saúde Coletiva, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Cuiabá, MT, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Os tipos mais comuns de leucemias agudas incluem a Leucemia Linfoblástica Aguda (LLA), afetando principalmente a primeira infância e rara em adultos, e a Leucemia Mieloide aguda (LMA), a qual afeta todas as faixas etárias, mas torna-se mais comum com o aumento da idade. Objetivo: Este estudo teve como objetivo descrever os casos incidentes de LLA e LMA em Cuiabá e Várzea Grande, Mato Grosso, no período de 2000 a 2016. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, ecológico, de fonte secundária, pertencente a um projeto maior, denominado “Vigilância de Câncer e fatores Associados: Atualização dos Registros de Base Populacional e Hospitalar”, realizado em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso. Os dados foram obtidos por meio do sistema de Registros de Câncer de Base Populacional e analisados por meio do software SPSS Statistics®. Os resultados serão apresentados por meio de frequências absolutas e relativas, medidas de tendência central e de dispersão. O método usado para identificar os casos de leucemias foi baseado na 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças, capítulo II, a partir dos códigos C90 a C95. Foram considerados casos específicos de LLA e LMA aqueles classificados com os códigos C91.0 e C92.0, respectivamente. Resultados: Foram registrados 280 casos de LLA e LMA durante o período analisado, o que corresponde a 40,4% de todos os casos de leucemias relatados, sendo 154 (22,2%) casos de LLA e 126 (18,2%) relacionados à LMA. Quanto ao sexo, para os casos de LLA, a maioria correspondia ao sexo masculino (51,3%). Resultado contrário foi observado para LMA, em que a maioria referia-se ao sexo feminino (56,3%). Entre aqueles com LLA, a idade média em que ocorreu o diagnóstico foi de 19,4 anos (DP = 21,3), e em 31,2% dos casos, até os primeiros cinco anos de vida. Entre os acometidos por LMA, a idade média foi de 43,2 anos (DP = 25,4). No que diz respeito à raça/cor, houve predominância em pardos/pretos em ambas as leucemias (48,0% e 54,8% dos casos de LLA e LMA, respectivamente), seguidos de brancos (34,4% e 34,1%, respectivamente). Em relação ao estado civil, ambos tiveram prevalência em solteiros, com 31,4% dos casos. Contudo, 47,1% dos casos não possuíam essa informação, acontecendo o mesmo com 70,4% no que tange ao grau de instrução. Os anos de maior incidência para os casos de LLA foram 2003 com 14,9% e 2013 com 9,1% dos afetados, enquanto que para os casos de LMA, tal variável se deu em 2015 com 15,3% e em 2008, com 10,3% dos casos. Discussão: Segundo a Sociedade Americana de Câncer, cerca de 30% dos casos de leucemias correspondem a LMA, enquanto 10% são LLA, ambos com incidências ligeiramente maiores no sexo masculino do que no sexo feminino. Percebe-se, portanto, que a incidência de casos de LMA durante os anos 2000-2016 em Cuiabá e Várzea Grande apresentou-se abaixo da esperada, assim como a idade média ao diagnóstico. Além disso, houve maior incidência de casos de LMA em indivíduos do sexo feminino comparado ao sexo masculino. Para os casos de LLA, nota-se incidência maior que a média americana, mas com a manutenção de maior número de casos relatados na primeira infância. Conclusão: A identificação da ocorrência de Leucemia Linfoblástica Aguda e Leucemia Mieloide Aguda e a caracterização do perfil das populações acometidas auxiliam a identificação precoce e a proposição de medidas para o manejo e o tratamento dos casos.

Idiomas
Hematology, Transfusion and Cell Therapy

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools