Journal Information
Vol. 42. Issue S2.
Pages 186 (November 2020)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 42. Issue S2.
Pages 186 (November 2020)
312
Open Access
TRATAMENTO COM MIMETIZADOR DE WNT5A REDUZ ESPÉCIES REATIVAS DE OXIGÊNIO, PROLIFERAÇÃO, QUIMIOTAXIA, E AUTOGAFIA EM CÉLULAS LEUCÊMICAS
Visits
...
M.L.P. Bueno, F.M. Roversi, S.T.O. Saad
Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemocentro), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: A família WNT (wingless-type MMTV integration site, em inglês) é composta por glicoproteínas secretadas por células estromais que ativam seus receptores nas células hematopoéticas. Essas proteínas têm expressão desregulada em neoplasias hematológicas e associação com a progressão dessas doenças. A subexpressão do membro WNT5a está relacionada com a progressão da Leucemia Mieloide Aguda (LMA), associando-se a um pior prognóstico. Objetivo: Avaliar os efeitos do tratamento de células leucêmicas com um composto que mimetiza a proteína WNT5a (Foxy-5). Materiais e métodos: Linhagens mieloides leucêmicas (HL-60, U937, THP1, K562, KG1) foram tratadas com diferentes concentrações do composto Foxy-5 (gentilmente cedido pela WNT Research) por 24, 48 e 72 horas para análise da viabilidade celular através do reagente MTT e leitura por Elisa. A apoptose, espécies reativas de oxigênio (EROs) e autofagia foram analisadas por citometria de fluxo através de marcação, respectivamente, com anexina V, DFCHA e laranja de acridina após 72 horas. A quimiotaxia foi avaliada por ensaio de Transwell, usando a citocina CXCL12 como quimioatrativo. A polimerização de actina foi avaliada após estímulo com CXCL12 por citometria de fluxo com marcação com Faloidina. Ensaios de cocultura foram realizados adicionando-se as linhagens leucêmicas sobre uma monocamada de células estromais HS5, seguido de tratamento (ou não) com Foxy-5 por 72 horas. Resultados: Após 72h, o tratamento com Foxy-5 reduziu significativamente a produção de EROs nas células leucêmicas, sendo 46,6% e 48,2% na U937, 10,5% e 47,1% na HL-60, 19,4% e 20,6% na THP1, 16,3% e 34,9% na KG1a e 0,1% e 19,0% na K562 para o tratamento com Foxy-5, respectivamente, nas concentrações de 50 e 100μM (p < 0,05). O tratamento com Foxy-5 também reduziu a quimiotaxia das células leucêmicas ao estímulo CXCL12, sendo 27,9% na U937, 42,5% na HL-60, 82,4% na THP1, 45,1% na K562, (p < 0,05), e a polimerização de actina, sendo 30,8% na U937, 29,1% na THP1, 23,9% na K562, usando uma concentração de 100μM de Foxy-5 (p < 0,05). Houve também diminuição na proliferação celular, sendo 41,0% na U937, 18,0% na HL-60, 36,0% na THP1 e 68,0% na K562, após tratamento com Foxy-5 na concentração de 100μM (p < 0,05). Nos ensaios de monocultura não houve modulação de autofagia, apoptose ou viabilidade celular. Entretanto, os ensaios de cocultura mostraram redução na formação de vesículas ácidas, sendo 27,8% na U937, 35,9% na HL-60, 16,4% na KG1a e 38,8% na K562, após tratamento com Foxy-5 na concentração de 100μM (p < 0,05). Discussão e conclusão: O tratamento in vitro com Foxy-5 foi capaz de reduzir a produção de EROs, proliferação e quimiotaxia de células leucêmicas. Pacientes com LMA apresentam níveis elevados de EROs, criando um ambiente de hipóxia e ativando uma cascata de reacoes criticas para a proliferacao e a migracao de células leucêmicas, contribuindo com a progressão dessa neoplasia. Interessantemente, nos ensaios de cocultura de células leucêmicas com células estromais, o tratamento com Foxy-5 foi eficaz em reduzir a autofagia das células leucêmicas, evento relacionado a produção de EROs. O composto Foxy-5, ao restaurar os níveis de WNT5a, demonstrou ser um importante fator modulador de processos biológicos relacionados a progressão da LMA.

Idiomas
Hematology, Transfusion and Cell Therapy

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools