Journal Information
Vol. 42. Issue S2.
Pages 245 (November 2020)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 42. Issue S2.
Pages 245 (November 2020)
409
Open Access
TRANSFORMAÇÃO PARA LINFOMA DE GRANDES CÉLULAS EM SÍNDROME DE SÉZARY PÓS LONGO TEMPO DE EVOLUÇÃO: RELATO DE CASO
Visits
...
D. Escórcio-Tavaresa, R.F.P. Mendesa, F.S.B. Ferreiraa, C.C. Sartóriob, S.D.P.A.F. Samapiob, M.H.S. Durãesb, F.D. Xaviera,b
a Hospital Sírio-Libanês, Brasília, DF, Brasil
b Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil
Article information
Full Text

Objetivo: Descrever caso de micose fungóide/síndrome de Sézary, naive de tratamento, com transformação para linfoma de grandes células em linfonodo após longa evolução. Materiais e métodos (relato de caso): Masculino, 67 anos, com quadro de eritema e prurido cutâneo difuso há quase 10 anos e piora nos últimos 2 anos. Realizou investigação inicial em outro serviço, com biópsia de pele mostrando infiltrado linfocitário e epidermotropismo, sugestiva de micose fungóide, e PET-TC sem acometimento nodal, sendo optado por conduta expectante. Em nossa primeira avaliação, observado eritrodermia difusa e presença de linfonodomegalias de até 2 cm em cadeias axilares, cervicais e inguinais bilateralmente, além de linfonodomegalia supraclavicular direita com cerca de 1cm. Hemograma: Hb 14g/dL; Leucócitos 39.700/mm3; segmentados 2.770/mm3; eosinófilos 6.352/mm3; linfócitos 30.172/mm3; plaquetas 181.000/mm3. Sorologias negativas para HIV, HTLV e hepatites B e C. DHL 759U/L (VR 120-246) e beta-2 microglobulina 2,85 mcg/mL (VR 1,09-2,53). Novo PET-CT evidenciou linfonodos cervicais bilaterais acometendo todos os níveis, medindo até 1,6 x 1,2 cm (SUV= 8,0), axilares bilaterais, medindo até 3,7 x 1,8 cm (SUV= 7,8) e inguinais bilaterais, medindo até 3,5 x 1,8 cm (SUV = 7,2). Imunofenotipagem de sangue periférico revelou contagem absoluta de 28.614/mm3 linfócitos T monoclonais (97,78%) com expressão de CD2, CD3, CD5, CD25, CD45(forte), CD45RO, CD197, TRBCa/b e TCRVβ 2 (TRBV201) clonal, sem expressão de CD7, CD26 e HLA-DR. Biópsia de linfonodo inguinal direito revelou infiltração por linfócitos com núcleo de tamanho médio a grande, alguns vesiculosos e com nucléolo evidente, dispostos em arranjo difuso, consistente com linfoma de alto grau, positivos para CD3, CD30 (5%), CD2, CD4, PD1 e GATA-3; com Ki-67 70% e EBV negativo. A pesquisa de clonalidade T por eletroforese capilar demonstrou o mesmo clone (fragmento de 176pb e 246pb) na análise de sangue periférico e de biópsia do linfonodo. Discussão: Transformação para linfoma de grandes células em micose fungoide (MF) e síndrome de Sezary (SS) pode acontecer em até 10-25% dos casos conforme estádio na apresentação e é um fator de prognóstico reservado, como neste caso, bem como o aumento de DHL e B2-microglobulina. A mediana de tempo para transformação varia na literatura de 1 a 6,5 anos e a mediana de sobrevida global é 19 meses. Foi proposto tratamento com brentuximab vedotin, ciclofosfamida, doxorrubicina e prednisona seguido de avaliação para transplante alogênico de medula. Não foi possível a realização de fotoaférese extracorpórea. Conclusão: Apesar da transformação para linfoma de grandes células ocorrer em até 25% dos pacientes na evolução da MF/SS, é raro encontrá-la no paciente ainda não tratado. Este caso demonstra a história natural da doença. Deve-se suspeitar de transformação frente ao surgimento de linfonodos com elevada captação no 18F-FDG PET-TC, a qual deve ser confirmada com biópsia e se possível com pesquisa de clonalidade T. A transformação impacta no prognóstico e na escolha do tratamento. Potencial conflito de interesse: A autora n° 4 atua como speaker para a Takeda - indústria farmacêutica. O presente trabalho não foi financiado pela indústria. Os demais membros do trabalho não tem conflito de interesses a declarar.

Idiomas
Hematology, Transfusion and Cell Therapy

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools